SQLSystems

Chevron (Texaco) Investe em Mega Projeto de US $ 6 bilhões de Dólares de Energia Solar na Califórnia

 Califórnia continua sua marcha em direção a liderança mundial em energia solar, agora aprovando por votação unânime na sua comissão de energia renovável outro mega projeto da Chevron Co de  energia solar concentrada.

Usina de Energia Solar Concentrada (clique para ampliar)

Desta vez parece ser mega mesmo – 1 Gigawatt  (1.000 MW ) Blythe Energia Solar Project, é o maior do mundo de energia solar concentrada a ser construído na região leste do condado de Riverside.

O projeto Blythe, de acordo com a empresa petrolifera Chevron Corporation  (da marca Texaco) , investidora do projeto, será composto de quatro usinas CSP de 250 MW cada que utilizam tecnologia de canaletas (espelhos) parabólicas  para aquecer um fluido circulante (de transferência) que é então utilizado para gerar vapor.

A electricidade é produzida a partir da expansão de vapor através de geradores de turbinas a vapor. Quando em plena capacidade, acredita-se que este gigante de energia solar vai reduzir as emissões de CO2 em cerca de dois milhões de toneladas por ano, ou o equivalente a retirar mais de 300.000 carros das estradas. Ele também será capaz de gerar energia suficiente para abastecer mais de 300 mil casas por ano

Canaletas Solares Parabólicas (clique para ampliar)

Além disso, porque as usina usam um sistema de refriamento  “seco” utilizará 90 por cento menos água do que o tradicional sistema “umido” de refrigeração solar.

Por outro lado, o projeto Blythe ajudará a Califórnia dar um grande passo para alcançar seu objetivo de ter um terço da eletricidade consumida no Estado gerado por fontes renováveis até 2020

Com esse projeto aprovado, Califórnia tem agora mais quatro novas usinas de energia solar concentrada em seu território.

Acredita-se que, quando todas as nove plantas programadas estiverem funcionando, o Estado terá mais de 4,3 megawatts de energia solar adicionada à grade. Os nove projetos vão criar 8.000 empregos na construção e 1.000 postos permanentes na operação.

 A construção das duas primeiras usinas do projeto Blythe está previsto para começar até o final do ano, com o custo total do projeto atigindo US $ 6 bilhões de dólares.

Quando veremos projetos como estes no Brasil, Angola…? Portugal está a frente. Parabéns Lusitanos.  Na municipalidade de Moura, na vila de Amareleja, Portugal já tem um dos maiores complexos de energia solar da Europa.

A Central de Ameraleja produz 63 MW através de 2.520 tarreadores ou seguidores de trajetória solar e que sustentam 262 módulos com 268 mil painéis fotovoltaicos que produzirão 93 gigawatt/hora por ano, alimentando com energia elétrica 30 mil domicílios.

Mais informações sobre Energia Renovável:

Comments are closed.