BioCombustíveis Aquícolas

Biobutanol: A Gasolina de Amanhã

No mundo atual com os recursos energéticos a base de petróleo chegando ao limite de produção, emissões-vazamentos criando sérios problemas ambientais, o óleo fóssil nas mãos de nações totalitárias,  sem falar nos preços aumentando a cada dia, qualquer avanço em combustíveis e fontes alternativas de energia são mais do que bem-vindas.

Cientistas do nosso grupo e muitos outros que trabalham criando e gerando tecnologias de ponta em biocombustíveis, têm chegado a conclusão que (juntamente com o biodiesel) o biobutanol é uma das mais viáveis opções para susbstituir os combustíveis de petróleo, principalmente  a gasolina.

Finalmente O que é Biobutanol ?

Lola-Mazda Usando uma Mistura de BioButanol-BioEthanol em Corrida de Formula 1 (clique para aumentar)

Lola-Mazda Usando uma Mistura de BioButanol-BioEthanol em Corrida de Formula 1 (clique para aumentar)

Biobutano tem o potencial de revolucionar a indústria energética atual. Biobutanol, como o etanol, é um álcool. A diferença entre o butanol e etanol é que o etanol tem dois carbonos na sua cadeia carbonica, enquanto  cada molécula de butanol (C4H10O) possui 4 carbonos.

O Butanol que é produzido a partir de biomassa ou matéria orgânica é referido como biobutanol ao contrário do petrobutanol ou simplesmente butanol que se origina a partir do petróleo.

A razão porque afirmamos que o  biobutanol tem o enorme potencial para ajudar a acabar nossa atual dependência ao petróleo fóssil é o fato de que certas bactérias, particularmente raças de Clostridium têm a capacidade única de digerir todos os tipos de matéria orgânica em uma mistura de acetona, butanol e etanol.

Recentemente, através de um processo desenvolvido nos USA,  biobutanol foi sintetizada em quantidades maiores e mais eficientemente sdo que se pensava ser possível através da utilização de uma raça de bactéria conhecida como Clostridium tyrobutyricum.

O processo envolvido na produção de butanol a partir da biomassa é bastante semelhante ao do etanol, constituído essencialmente por bactérias ou outros micro-organismos que transformam uma solução de açúcar, amido, lignina, fibra em uma mistura de produtos químicos, incluindo butanol.

Butanol pode ser produzido por fermentação ABE tradicional – a conversão anaeróbica de carboidratos por raças de Clostridium em acetona, butanol e etanol. O butanol, sendo apenas ligeiramente solúvel em água é separado da solução, quer por um absorvente ou por meio de destilação.

Porque o Biobutanol Pode Substituir a Gasolina?

Molécula de ButanolO Butanol tem uma densidade energética mais próxima (91.2%) a gasolina do que qualquer outro combustível alternativo usado hoje, como o etanol (61.2%). Além desta densidade de energia, biobutanol queima exatamente como a gasolina quando utilizado em um motor a gasolina.

A gasolina tem uma densidade energética de  32 megajoules por litro, enquanto butanol tem 29,2 MJ / L e etanol e tem apenas 19,6 MJ / L. Butanol também tem um calor de vaporização muito menor do que álcool, facilitando o arranque a frio.  Devido as suas características bem mais próximas à gasolina, biobutanol pode ser usado sem recorrer às linhas de aço inoxidável e injetores  de maior fluxo de combustível.

Isto significa que o biobutanol pode ser substuir 100% a gasolina. Os motores dos carros que foram testados com butanol não foram modificados de qualquer forma. O biobutanol pode, teoricamente, ser usado como um substituto direto da gasolina, e até mesmo em uma mistura.

Butanol também não é muito higroscópico (facilidade de absorver água ) e não requer o tratamento diferenciado que requer etanol que é fácil de incorporar água. Se tudo isto não bastasse, butanol também queima em uma ampla gama de temperaturas mais do que o etanol, e tem excelentes propriedades de partida a frio.

Em outras palavras,  um motor a gasolina pode funcionar com butanol mesmo em uma manhã fria de inverno, não tendo quaisquer problemas de partida. Além disso, butanol pode ser produzido mais barato que os combustíveis fósseis, reduzindo as emissões ao meio ambiente, e não ataca os materiais utilizados em motores de combustão interna.

Biobutanol pode ser o substituto mais realista para a gasolina na atual corrida por combustíveis alternativos. Quando biobutanol é produzido a partir de matéria orgânica (ex. Biocombustível aquícola), tem um balanço de CO2 neutro. Isto significa que a quantidade líquida de dióxido de carbono emitida para a atmosfera como resultado do consumo de butanol é zero.

Isto é devido ao fato de que as plantas superiores e algas que podem ser usadas para produzir butanol absorvem dióxido de carbono da atmosfera enquanto crescem. Este pode ser um aspecto importante na substituição da gasolina pelo butanol devido aos efeitos nocivos bem conhecidos ao meio ambiente que o consumo de combustíveis fósseis tem causado.

Vantagens de BioButanol:

  • Densidade de energia apenas 10% abaixo do da gasolina.
  • Octanagem 25% maior do que a gasolina.
  • Não corroi as peças de plástico ou borracha  do motor (como fazem etanol / metanol).
  • Pode ser bombeado / armazenado / transportado nos mesmos equipamentos usados atualmente para gasolina
  • Qualquer  percentagem de gasolina+ biobutanol (10-100%),  é viável nos carros de hoje, não sendo necessárias alterações ao contrário de carros movidos a etanol.
  • BioButanol não absorve água, como etanol ou metanol (armazenamento a longo prazo = sem problema).
  • BioButanol queima mais limpa que a gasolina (sem NOx, SOx e monóxido de carbono)

Biodiesel, Biobutanol, Etanol e a Revolução dos Biocombustíveis

Desenvolvendo gradualmente a substituição dos combustíveis fósseis com a introdução de combustíveis à base de biomassa, como o biodiesel, biobutanol e etanol podemos seguramente promover um desenvolvimento sustentável e amigo do meio ambiente com a respectiva geração de empregos e prosperidade para o setor rural. Em outras palavras,  fazendo com que a revolução dos biocombustíveis realmente atinja o homem e a  mulher do campo.

Embora ainda temos que vencer  vários desafios tecnológicos para converter eficientemente biomassa em biobutanol, mas o fato de que nossos veículos atuais poderem rodar diretamente em butanol é uma razão mais do que suficiente para continuarmos avançando e investindo em tecnologias de produção deste promissor  biocombustível.

A cada avanço científico-tecnológico que fizermos daqui por diante estaremos cada vez mais perto de realmente tornar o  Biobutanol a Gasolina de Amanhã.

Artigos relacionados sobre Biocombustíveis:

Comments are closed.