Concentrated Solar Power

Estudo Revela que 35% da Demanda de Eletricidade Americana Pode Ser Suprida por Fontes Solares e Eólicas

Estudo liberado esta semana pelo Departamento de Energia Estadunidense elaborado pelo National Renewable Energy Laboratory revela que 35% de toda a demanda ou consumo de eletricidade dos USA pode ser gerado através das fontes renováveis, solares e eólicas.

CPV- Sistemas Concentrados Fotovoltaicos

CPV- Sistemas Concentrados Fotovoltaicos

O estudo, baseado em dados ténicos-científicos, confirma o que temos sempre dito neste site e, em todos nossos cursos, trabalhos, estudos e conferências.  A obtenção de 20% ou mais de energia elétrica a partir de fontes solares e  eólicas é uma meta possível e desejável para a economia, meio-ambiente e segurança energética não somente dos Estados Unidos mais de outros países de grande potencial solar-eólicos como o Brasil, Portugal e nações Africanas.

A questão é quando  os governos irão criar políticas sólidas de apoio e intensificação da produção de eletricidade a partir destas fontes renováveis com plena participação da iniciativa privada,

Este apoio será  principalmente consolidado pelo estabelecimento de  um forte padrão de Energia Renovável na legislação de transmissão permitindo que o que for produzido por estas duas fontes possa ser incorporado aos sistemas de transporte e distribuição atuais.

Sistemas CPV em Operação

Sistemas CPV em Operação

As principais conclusões do estudo são:

* Obtenção de 35% da electricidade demandada pelos 13 estados que compoem a região  oeste ( ocidental) dos USA a partir energia renovável é tecnicamente viável e possível de ser atingida, se investimentos forem feitos na produção e distribuição pela iniciativa privada;

* Tendo 35% da energia elétrica consumida gerada por fontes solares e eólicas pode reduzir as emissões de dióxido de carbono em até 45%, óxidos de nitrogênio em até 50% e dióxido de enxofre em  30%;

* A adição de 35% de energia renovável ao atual sistema de distribuição pode reduzir os custos globais operacionais da matriz energética  em 40%, poupando dinheiro e protegendo os consumidores da volatilidade dos preços dos combustíveis fósseis;

* O cenário é factível, eficaz e confiável, mesmo sem a utilização de tecnologias avançada de estocagem de calor para movimentar as turbinas durante a noite, e

* Modernização e paridade das linhas de transmissões são fundamentais para alcançar as regiões de grande potencial solar (como os estados do Arizona, New Mexico, California e Nevada) e eólico, principalmente porque o custo de transmissão é muito pequeno quando comparado com os benefícios da energia solar e eólica que será colocado online.

Reformas que Devem ser Implementadas na Rede Operacional Existente

Usina Solar de Geração de Eletricidade CPST em Seville - Espanha

Usina Solar de Geração de Eletricidade CPST em Seville - Espanha

O estudo também destacou uma série de reformas que devem ser feitas na rede operacional existente que ajudará facilitar a integração da energia solar e eólica à atual matriz distribuidora.

Estas reformas além de serem custos-efectivas, vão benefíciar grandemente os consumidores, tornando o sistema de energia mais eficiente e confiável:

Reformas Sugeridas:

1. Aumentar substancialmente o balanceamento e cooperação de energia na região oeste e consolidando a demanda real e virtual;

2. Incrementar o uso de programação de sub-horários de geração e intercâmbios (somente a implementação desta medida cortará a necessidade de regulação de reserva estratégica quase pela metade);

3. Aumentar a utilização de transmissão abrindo espaço para fontes renováveis;

4. Utilizar tecnologia de ponta na geração, previsão e compromisso de produção (horas de operação) de energia renovável de origem solar e eólica.

As previsões  eólica (ventos) e radiação solar que permitam assumir antecipadamento o compromisso de produção das unidade de energia e horas de operações planejadas podem resultar em um economia mais de 5 bilhões de dólares quando comparado com o não uso de previsão considerando somente a costa oeste.

5. Aumentar a flexibilidade de instalações de novas unidades de produção com participação intensa da iniciativa privada;

6. Comprometer reservas adicionais de horas de operação conforme a necessidade;

7. Programar futuras e existentes respostas de aumento de demandas para acomodar maior variabilidade e incerteza dos sistemas.

Embora o estudo esteja focado na realidade americana, os conceitos de modernização e flexibilização da matriz energética e adição de oferta de eletricidade gerada por fontes solares e eólicas são válidos para qualquer região do mundo, principalmente em países emergentes como o Brasil. Vamos ver o que os nossos líderes e legisladores vão fazer para tornar isto uma realidade.

Mais informações sobre Energia Renovável:

Comments are closed.