Aquicultura

China Implanta Mais Um Distrito Aquícola em Guangdong, e o Brasil?

Estacão de Produção de Alevinos no Polo de Aquacultura de Paulo-Afonso - Jatobá - Itacuruba

Seguindo um modelo verticalizado-integrado similar ao que desenvolvemos no Polo de Aquicultura de Paulo afonso, Jatobá, Itaparica e Itacuruba no Vale do São Francisco (Genética de alto nivel, laboratórios de alevinos, pequenos produtores em associações, centro de treinamento, fábrica de ração e processadora garantindo a compra da produção), A China está implantando mais um parque ou distrito-aquícola de 3.300 acres (mil e trezentos hectares) para produção massiva de Tilápia.

O parque-distrito aquícola Qingqi, está localizado em Shanshui, na província de Guangdong. O governo vai investir US $ 22,1 milhões de dolares para criar uma base produtiva de tilápia.

O distrito constará de viveiros para de cultivo, sistema de distribuição de águas,  estradas e glebas prontas para produção. As parcelas serão arrendadas para os piscicultores produzirem tilapia e outras espécies.

Umas grande empresa chinesa produtora de tilápia obteve a licença para operar e gerenciar exclusivamente por 30 anos o parque-distrito aquícola. Esta empresa âncora irá suprir os agricultores com alevinos, ração, medicamentos e treinamento.

A empresa gerenciadora vai garantir a compra da produção e distribuir o peixe através da sua extensa rede de distribuição. Ela também terá direito a receber subsídios especiais e tratamento preferencial do governo local.

Pioneiros do Conceito de Distritos Aquícolas no Brasil

A ideia de implantação de parques-distritos aquícolas similares aos distritos de irrigação não é um conceito novo. No Brasil além de muitos outros  desbravadores,  os pioneiros da aquicultura comercial nacional, Elias Alves Cordeiro e Odilon Juvino de Araujo são alguns dos visionários que contribuiram muito para promover este conceito.

Os Eng. de Pesca Elias e Odilon, como todos pioneiros com visão bem à frente, enfrentaram todo tipo de descrédito, sarcasmo e até isolamento nas suas atividades, mas nunca deixaram de promover este modelo.

Hoje o Brasil poderia estar bem á frente na indústria aquícola mundial se aplicasse os modelos de sucesso de piscicultura integrada que estes pioneiros e outros tanto defenderam.

Associações de Piscicultores do Pe. Antonio e Ivone: Dignidade e Renda de 2-4 Salários Mensais (clique para ampliar)

Por exemplo o modelo de associações de piscicultores do Pe. Antonio Miglio e Ivone Lisboa poderia ser multiplicado não somente no Vale do São Francisco mas em vários outros locais trazendo vida decente e prosperidade para  muitos.

O que não compreendemos, nem entendemos é que enquanto vemos a aquicultura explodindo e tendo vertiginoso crescimento em muitas partes do mundo, o Brasil com todo este vasto potencial continua sentado vendo a banda passar.

Como temos resaltado neste site, o Brasil tem todas as condições para se tornar em curto prazo uma potencia mundial e faturar bilhões de dólares na aquicultura (veja o post: Porque o Brasil ainda não é uma potencia mundial em Aquacultura?).

O Brasil, a oitava economia do mundo, tem 10 milhões de hectares de lâmina d’água em reservatórios de usinas hidrelétricas e propriedades particulares no seu interior, e detém 13,7% do total da reserva de água doce disponível no mundo, além do potencial das grandes bacias hidrográficas para produção aquícola. O Brasil tem 8,5 mil km de costa marítima, com uma Zona Econômica Exclusiva de 4 milhões de quilômetros quadrados, o que significa metade do território brasileiro.

Ao contrário do Brasil, a China e boa parte da Ásia mostram hoje uma pujança e presença global imensa na aquicultura. A indústria asiática do Pangasius com menos de 20 anos de existência fatura bilhões de dólares anualmente e emprega milhares de pessoas.

Até quando com todo este potencial aquático-aquícola, o Brasil vai continuar importando peixes do Chile, Noruega, China e até do longínquo Vietnã distante 17.180,00 km (dezessete mil e cento e oitenta kilometros) para suprir a demanda de pescado do país.  Não dar para entender mesmo!!! Alguem tem alguma explicação?

Mais informações sobre Aquicultura:

  • Projeto das Associações de Piscicultores do Padre Antonio e Ivone Trazendo Dignidade e Renda de 2-4 Salários Mensais
  • Maximização do Uso da Água em Sistemas AquaBioPonics e AquaFuelsPonics
  • Nova Estratégia Mercadológica do Walmart nos USA: “Pangasius Tem o Mesmo Sabor da Tilápia”, Será?
  • Produção de Sementes de Pangasius no Delta do Mekong
  • Produção de Pangasius no Delta do Mekong Cai Devido Falta de Financiamento
  • A Guerra do Cafish Americano vs Pangasius Asiático Continua Cada Vez Mais Acirrada
  • Pangasius: Vietnã Exporta $1,2 Bilhão de dólares em Pescado nos Primeiros 4 Meses de 2010
  • Por que o Brasil não é uma Potencia Mundial em Aquicultura?
  • Por que Os Peixes Amazônicos Não São Ainda Estrelas Mundiais em Aquicultura?
  • Produtores Afirman: Importações de Pangasius Podem Destruir a Indústria Americana de Catfish
  • Biodiesel Aquícola: Transformando Poluidor em Valioso Combustível
  • 50% dos Peixes Consumidos no Nosso Planeta É Agora Cultivado em Fazendas Aquícolas
  • Batalha Cada Vez mais Acirrada Entre Importadores de Pangasius e o Lobby Americano dos Produtores de Catfish
  • Biodiesel Aquícola: A Partir de Resíduos de Pangasius e Tilápia
  • Aquicultura Mundial em Plena Expansão
  • Estrela Pangasius: Agora É a Vez do Reino Unido
  • Filé de Pangasius (bagre vietnamita) Chegou e Abafou nos Restaurantes Americanos
  • Exportações de Pangasius Duplicam para o Mercado Russo
  • Pangasius: A Nova Estrela da Aquicultura Mundial
  • O Que Tem o Pangasius de Tão Especial?
  • Pangasius Aquicultura
  • 1 comment to China Implanta Mais Um Distrito Aquícola em Guangdong, e o Brasil?

    • Mark

      I just stumbleupon your blog and i must say what a fantastic website and great posts, I will bookmark your blog.Best Regards! Mark