Plasma

Plasma – O Quarto Estado da Matéria – Parte II

Plasma – o quarto estado da matéria. O ponto inicial que  temos de entender é que os estados físicos da matéria são quatro e não três, como normalmente aprendemos nas escolas. Além dos estados sólido, liquido e gasosos, temos o estado plasma ou gás a alta temperatura. Era o que os gregos chamavam de água, solo, ar e fogo.

Para explicar sem rodeios, o plasma é um gás ionizado, um gás que recebe energia suficiente para liberar  elétrons livres dos átomos ou moléculas permitindo que ambas as espécies, os íons e elétrons, possam coexistir. Ou um gás que foi altamente energizado ao ponto que alguns dos seus elétrons ficam livres, mas viajam com seus núcleos.

Raios em uma Tempestade no Arizona-USA

O interessante nisso é que, tanto quanto sabemos,  plasma é o estado mais comum da matéria no universo. O universo  é formado de quase 99.9 % de Plasma. Plasma  é comum até mesmo aqui na terra. A melhor representação de estado de Plasma na terra é a energia liberada nos raios gerados nas tempestades e trovoadas.

O Sol, Como A Maioria Das Estrelas, É Uma Enorme Bola De Plasma.

O Sol, Como A Maioria Das Estrelas, É Uma Enorme Bola De Plasma.

O maior pedaço de plasma que conhecemos muito bem  é o amigo e querido de todos nós, o sol. O imenso calor gerado no sol tira elétrons formando moléculas de hidrogênio e hélio que compõem o sol. Essencialmente, o sol, como a maioria das estrelas, é uma enorme bola de plasma.

Gases podem tornar-se plasmas de várias maneira. Porém todas incluem a ação de energizar um gás com uma fonte de energia. Uma faísca em um gás irá criar um plasma. Um gás quente passando por uma grande faísca vai virar o fluxo de gás em um plasma que pode ser útil. Como vemos nas tochas de plasma que são utilizadas nas indústrias para cortar metais e na gaseificação de lixo.

Mas o que é mesmo Gaseificação Tecnologia ou Plasma-lises?  Isto vamos ver no próximo artigo.

Artigos Relacionados:

Comments are closed.